Dom Henrique: “Para quem O espera com amor…”

Caro Amigo meu, há textos da Escritura que de tal modo concentram uma riqueza de sentido, uma intensidade de significação, que mal podemos exprimir o tanto de força, de consolo, de esperança que suscitam…

Assim o texto de Is 30,19-21.23-26, do sábado da I semana deste sagrado Advento. São daqueles, do profeta Isaías, de tirar o fôlego, de comover até o íntimo do coração, de nos fazer desejar repousar a cabeça cansada no regaço de Deus…

No texto, o Senhor Deus consola o Seu povo, o Seu Israel, a Sua Igreja, cada cristão que sente o cansaço da vida e é tentado ao desânimo:

“Assim fala o Senhor, o Santo de Israel:
Povo de Sião, que habitas em Jerusalém, não terás motivo algum para chorar:
Ele Se comoverá à voz do teu clamor; logo que te ouvir, Ele atenderá”.
– Quanta delicadeza de Deus: Ele Se comove com nossa lágrima, Ele nos ouve, faz conta de nós!

“O Senhor decerto dará a todos o pão da angústia e a água da aflição”.
– Ele nos alimentará com o tico de pão e de água pelos quais tanto lutamos: as migalhas de felicidade, de realização, de sobrevivência a cada dia…
Coragem: o Senhor não te deixará perecer, não deixará que desfaleças pelo caminho!
Ele não te desamparará, não te deixará à míngua porque o Seu Nome é Fidelidade, é Amor!

“Não Se apartará mais de ti o teu Mestre;
teus olhos poderão vê-Lo
e teus ouvidos poderão ouvir a palavra de aviso atrás de ti:
‘O caminho é este para todos, segui por ele’, sem desviar-vos à direita ou à esquerda”.
– Que promessa, que sonho, que esperança:
Deus nunca mais será distante,
nunca mais nos sentiremos sozinhos,
o mundo, a vida nunca mais nos darão medo:
não Se apartará mais de ti o teu Mestre!
É pouco?
Eis a promessa:
nossos olhos verão o nosso Deus,
nossos ouvidos poderão ouvi-Lo sem engano!

Promessas feita,
promessa esperada,
promessa cumprida:
em Jesus Deus Se fez presente, fez-Se Emanuel:
nós vimos o nosso Deus,
nós tocamos Nele,
nós O ouvimos!

Em Jesus, no nosso Santo Messias,
Deus para sempre estará conosco,
mostrando-nos o caminho,
sendo Ele mesmo o Caminho!

Olhando para Jesus, para Sua Pessoa bendita,
espiando cheios de ternura os Seus gestos,
o Seu modo de viver, as Suas atitudes,
nós encontramos o sentido de viver,
o caminho a seguir,
a certeza de nossa existência,
o valor que nós temos!
Sigamos por este Caminho bendito, por este Caminho santo, sem dele nos desviar, porque ele leva ao Coração do Pai, do Deus Infinito e Santo de Israel!

“Ele te dará chuva para a semente que tiveres semeado na terra, e o fruto da terra será abundante e rico;
nesse dia, o teu rebanho pastará em vastas pastagens, teus bois e os animais que lavram a terra comerão forragem salgada, limpa com pá e peneira.
Haverá em toda montanha alta e em toda colina elevada arroio de água corrente, num dia em que muitos serão mortos com o desabamento de seus torreões.
A lua brilhará como a luz do sol e o sol brilhará sete vezes mais, como a luz de sete dias, no dia em que o Senhor curar a ferida de Seu povo e fizer sarar a lesão de sua chaga”.

– Quando Ele está entre nós,
quando Jesus brilha na nossa vida,
quando o reconhecemos e acolhemos,
então, tudo muda de sentido, tudo é paz:
com a chuva da Sua graça bendita,
o deserto de nossa vida se torna fecundo,
nosso coração, como o gado gordo, será saciado e descansado
e ainda que muitos padeçam fome e sede de vida e paz,
a doce graça do Senhor correrá no nosso íntimo
como um riachozinho, um regato de água fresca e serena,
que nos sacia e aquieta o coração, que nos dá força e gosto de viver…
E, então, tudo se torna luz:
podem vir a trevas,
pode vir os ferimentos da vida…
O Senhor será nossa luz,
o Senhor será nosso remédio, que cura nossa dor e sara nossa ferida…

Está vendo, meu Amigo? Um texto como este não se pode, não se deve comentar… Deve-se somente suspirar fundo, sonhar e saboreá-lo… É pura delicadeza de Deus, é pura elegância do Senhor, é puro carinho para conosco…
É só fechar os olhos, abrir o coração, soltar a imaginação nas asas do Espírito e desejar que venha o Senhor a nós, que invada, como uma brisa suave, a nossa vida, a vida da Igreja, a vida do mundo…
É só dizer sem palavras:
“Vem, Senhor!
Vem, bendito Jesus, doce Jesus, amado Jesus!
Vem saciar nossas sedes e carências,
que somente em Ti encontram sossego!
Vem, santo Emanuel;
vem, doce Messias;
vem, promessa de Deus;
vem, sonho do nosso coração;
vem, anelo de nossa alma;
vem luz dos nossos olhos,
razão de nossa vida!
Vem, Jesus tão esperado!

Fonte: Dom HENRIQUE Soares da Costa, bispo de Palmares-PE.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s