São Joaquim e Sant’Ana por Pe. Brendan

No dia 26 deste mês de julho a Igreja Católica celebra a Festa de São Joaquim e Sant’Ana que a tradição identifica como pais de Nossa Senhora. Sobre os pais da Virgem Maria não temos na Bíblia dado algum. Contudo, existe um livro venerável do século II do Cristianismo: o Protoevangelho de São Tiago, apócrifo, que nos oferece os dados de uma tradição. Nele narra o nascimento milagroso de Maria de pais estéreis. Era um casal justo e observante das leis judaicas. Apesar de suas idades avançadas continuavam rezando confiantes que Deus teria suscitado para eles uma descendência. Joaquim retirou-se ao deserto para rezar, onde permaneceu quarenta dias em jejum e oração. Um anjo adverte Joaquim no fim de seu jejum no deserto que sua oração fora ouvida, enquanto Ana o espera na Porta Dourada de Jerusalém. Vê-se que este relato está calcado sobre o texto da concepção de Samuel (l Sm l).

De Ana não temos nenhum dado histórico. Seu nome somente aparece no Protoevangelho apócrifo de São Tiago.  A tradição não dá notícia da morte do Joaquim e Ana. No entanto, o culto deles foi muito difundido na Igreja desde o século IV quando Justiniano levantou uma igreja em seu nome em Constantinopla. A partir do século X seu culto estendeu-se por toda a Europa. Sua festa aparece no Ocidente no Ocidente em 1522. A festa de ambos foi escolhida por Paulo VI em 1969 para ser celebrada em 26 de julho. É importante lembrar que além de serem os pais da Virgem Maria eles foram os avós de Nosso Senhor Jesus. Maria Viveu até os doze anos com os pais e depois foi morar no Templo. Pouco tempo depois Joaquim e Ana mudaram-se para Nazaré da Galileia. Joaquim com idade bastante avançada veio a falecer antes mesmo que Maria retornasse do Templo. Ana, ficando viúva, não tinha outra preocupação que não fosse sua filha. Maria então casou com José, era homem simples, honrado e estimado por todos, era conhecido como homem Justo.  Ana, por certo, acompanhou todos os momentos decisivos da História da Salvação, desde a Anunciação do Anjo, que foi em sua casa, o casamento de Maria com Jose, e facilmente podemos imaginar ela preparando os alimentos e agasalhos para a viagem de sua filha e seu gênero até Belém. Sem dúvida a influência  de Ana sobre seu sobrinho foi grande!

DETALHE – Pe. Brendan Coleman Mc Donald é redentorista e assessor da CNBB Regional NE I (Ceará) e atua na Área Pastoral do Pici. Escreve com frequência para o site da Arquidiocese de Fortaleza.

DETALHE (II) – Na Paróquia de Taquara, onde desenvolvo atividades pastorais, o Setor Tucunduba está festejando os padroeiros: São Joaquim e Sant’Ana. Amanhã será o grande dia com Missa presidida pelo Pároco Pe. Helano. O acesso à Comunidade se dá pela BR-020. Participe!

FONTE: Site da Arquidiocese de Fortaleza <http://www.arquidiocesedefortaleza.org.br/atualidades/artigos/sao-joaquim-e-santana/&gt;.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s